Terça-feira, 9 de Março de 2010

O Leftwinger já fez os trinta!

 E nós fizemos este filme:

 

rematado por playmaker 10 às 12:30
link do remate | defender | ver defesas (2) | favorito
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

Alheiras?! Quem diria?

Estou viciado neste blog: http://www.mcsweeneys.net/links/philipgraham/index.html

Escrito por um Americano que viveu em Lisboa durante um ano.

"

A few days later, as our dear Portuguese friend Helena guides us through the labyrinth of the vast Continente mall complex, I find in the meat section of the supermarket a corner devoted to alheiras—sausages without pork. They were invented by Portuguese Jews in the 15th century who were among the nearly 10 percent of the population who'd been forced to convert to Christianity or leave. If you stayed and still secretly held to your beliefs, not eating sausages was a dead giveaway, "dead" being the active word here, since the Inquisition was a powerful force. So Jews living a clandestine religious life came up with stealth sausages filled with various spices, chicken meat, lamb, game meat, whatever was needed to mimic the taste of pork.

Alheiras in a grocery, who'da thunk it? Yet here at least six varieties shine beneath the counter lights, so I immediately pick up a pack of Alheiras Caça. Alma can finally eat Portuguese pork-free sausage, a culinary item so oxymoronic that it'll surely add zip to the taste. And I can substitute alheiras for the pork in some of my favorite Portuguese meals, and cook squid stuffed with alheiras, or a cataplana with clams, potatoes, and alheiras ... ah, the possibilities.

The following evening I struggle with the meal I'm preparing, because the alheiras are falling apart in a sizzling mix of garlic, onions, tomato, zucchini, and potatoes. The hearty chunks I'd envisioned have vanished, and I give one fragile lump a taste—it's pungent, vinegary. Alheiras Caça—what does caça mean, anyway? I turn down the heat, making a silent note to hurry back, because I can get lost in a Portuguese dictionary. Simply flipping through a few pages, I find that Estou de maré alta means to be in a good mood. Maré alta means high tide, which is an apt metaphor for a country whose past greatness is based on maritime exploits. I briefly run through a fantasy of saying this and having a Portuguese acquaintance stare and then laugh at me. Here's a better phrase: Claro com água, a nice way to say crystal clear, though I can't imagine much of anything in the language being crystal clear to me, at least not for a while. Then I find this intriguing trio of words: escrever means to write, escrevinhar means to scribble, and an escrevinhador is a hack writer.

I finally make it to caça—game meat. So maybe that's why the sausage (or what used to look like sausage—I'm back in the kitchen now and staring at a meatlike mush clinging to everything else in the pan) tastes, er, gamy. But is that all there is in the sausage? I rummage around in the garbage bag, find a list-of-ingredients tag, and discover that carne do porco is the first listed ingredient. What's this? Inquisition-brand alheiras? What a mean thing to do! Or it may not be malicious, merely clueless.

"

tags:
rematado por playmaker 10 às 14:48
link do remate | defender | favorito
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

Portuguese is "mem fixe"

"

I sit on a shaded bench, close my eyes, and simply listen to the speech of people passing by. I love the sound of Portuguese, I really do—it's more than music to my ears. It's such an indefinably delicious sonic feast that I imagine I'm falling from the clouds.

But, for all my infatuation with the language, I do have a complaint—oh, do I—the kind of complaint that insists on calling bread, bread.

The Portuguese swallow their syllables.

It's almost a national pastime. They can take a perfectly fine sentence and, when they speak, reduce it to a half or a third of its original length. When it comes to spoken Portuguese, what you don't hear is as important as what you do. "Estas certo!"—You're right—becomes "Sta cert!" A 50 percent linguistic reduction is impressive, but when "Eu estou"—I am—can be snipped to something that sounds like "Tou," we're talking a 75 percent drop in syllabic reality. I imagine that if the Portuguese dictionary were written as the language is truly spoken, the book would be the size of a pamphlet listing the late-blooming flowers of North African mountaintops. I'd bet the barn that if Abraham Lincoln had been Portuguese, he could have delivered the 286 words of the Gettysburg Address in about 12 seconds.

"

 

daqui: http://www.mcsweeneys.net/links/philipgraham/index.html

 

sinto-me:
rematado por playmaker 10 às 14:20
link do remate | defender | favorito
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

Férias de Natal em Portugal

De Bruxelas fomos para Portugal. 

Connosco vieram dois amigos da Costa Rica. Tinha ficado prometido uma espécie de roteiro turístico por pontos estratégicos do nosso pequeno país. 

E assim foi, mal chegaram levaram logo com as luzes de Natal da sempre encantadora Cidade de Cascais e mais tarde jantar em Alfama.

Nos 5 ou 6 dias seguintes houve sempre algo em comum: Acordar tarde e comer como se não houvesse amanhã. 

Os pontos estratégicos que alcançamos foram:

1. Oceanário

2. Belém e  Pasteis de Belém

3. Jantar e ginginha de Óbidos no Bairro Alto

4. Subida ao castelo de Sao Jorge

5. Sintra, Palácio e Cabo da Roca

6. Praia da Barra e Costa Nova em Aveiro

7. Porto e visita a uma cave do vinho do Porto e ainda a famosa francesinha

8. Ida a uma genuína aldeia Portuguesa: Vale da Mua em castelo Branco

9. Natal em cascais

 

Com estas voltas conseguimos provar uma boa parte da maravilhosa e variada gastronomia portuguesa e ainda fugir às chuvas, ventos e cheias. 

Foi bom e afinal Portugal nao é assim tao pequeno. 

Para voces, as fotos. 

2009-12-Ticos-Trip

 

Voltem no Verão ;)

rematado por playmaker 10 às 13:58
link do remate | defender | favorito
Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Investir?!!

Em Portugal. Nao percam a oportunidade de clickar ali!

tags:
rematado por playmaker 10 às 12:04
link do remate | defender | favorito
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Há umas semanas

Guincho

 


tags:
rematado por playmaker 10 às 12:56
link do remate | defender | favorito
Quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Sai um café

Cafés Portela

 

 

Sem duvida, um dos melhores.

tags:
rematado por playmaker 10 às 14:21
link do remate | defender | ver defesas (1) | favorito
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

dou cabo de ti!

Mais uma dos Deolinda, desta vez para chamar o amor.
Fado Toninho



"Anda lá, ó meu cobardolas
vem cá mano a mano
eu faço e aconteço
eu posso, eu mando.
se não me seguram
dou-lhe forte e feio:
beijinhos na boca,
arrepios no peito."
rematado por playmaker 10 às 21:41
link do remate | defender | ver defesas (1) | favorito
Sábado, 22 de Novembro de 2008

Para combater a crise!



Movimento Perpétuo Associativo - Deolinda
rematado por playmaker 10 às 11:30
link do remate | defender | ver defesas (1) | favorito
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Ainda a nova lei

Acho que anda tudo armado em parvo com esta história, tanto uns como outros. Só estou a rematar porque preciso de desabafar. Tem que haver bom senso nesta questão e é bastante fácil haver.

Em todas as empresas onde trabalhei é proibido fumar no interior das instalações, em particular na Siemens Portugal, onde, mesmo no jardim havia locais adequados a esse fim; nunca vi ninguém a contestar, aliás, os que conheci ainda se gabavam de estarem a fumar menos desde que ali tinham começado a trabalhar. Só lhes fazia bem.
A questão que se levanta é óbvia: quando são os “patrões” a ditar as regras está tudo bem, quando é o governo, vamos lá a dizer mal que já se faz tarde. Bolas!

Aos fumadores:
(Vá tenham lá bom senso)
Acham correcto/elegante fumar no local de trabalho?
Acham correcto/elegante num restaurante fumar à mesa? Tem graça é que o restaurante também é o local de trabalho de alguém...
E em hospitais?
Bolas, em elevadores?
Em bares?
Em discotecas?
Tudo bem, em locais de lazer acho que devem fazer salas para quem quer fumar, como vi nos EUA, com todos os confortos e ventilação necessária.
Ah e não venham com a “típica” história dos que não usam carros e que não querem “fumar” escape; isso tem graça, é que os gases produzidos pelas vaquinhas fazem mais mal ao ambiente que o CO2 libertado por todos os automóveis. E esta hein? Pois bem!! Eu sou vegetariano quero um universo só para mim! Opa, chega de radicalismos.
A nova lei faz todo o sentido e deixem-se de birras.

P.S: Para a ASAE: eu uso e sempre usarei colher de pau!
rematado por playmaker 10 às 05:13
link do remate | defender | ver defesas (4) | favorito

.voltinhas do playmaker


Ver Voltinhas do playmaker10 num mapa maior

.mais sobre mim

.últimos remates

. O Leftwinger já fez os tr...

. Alheiras?! Quem diria?

. Portuguese is "mem fixe"

. Férias de Natal em Portug...

. Investir?!!

. Há umas semanas

. Sai um café

. dou cabo de ti!

. Para combater a crise!

. Ainda a nova lei

. É mesmo isto! Saudades...

. Chave de ouro

. Saudades

. A vista janela do meu qua...

. Onde é que é bom?

. Crianças com menos mediat...

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.golos

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Setembro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.subscrever feeds

.quantos?